quinta-feira, 11 de junho de 2009

Dia dos namorados (flores)




Eu não tenho namorado e nem quero, pelo menos não agora, sabe, é que minha mãe sempre diz que namoros sérios mesmo quando a gente não quer, mais sedo ou mais tarde acabam no autar, e bem, eu acho a idéia do casamento um tanto repugnante, mas este post não é sobre isso.
Nessa época do ano, as lojas estão superfofas, cheias de bichinhos, cestas, presentes divertidos e as floriculturas cheias de... flores, e é disso que eu quero falar.
Eu gosto de flores, mas não gostaria de receber um buquê, não é falta de romantismo, é que qualquer presente pode ser guardado menos as flores (e os chocolates, mas estes são sempre válidos, afinal de contas eles não morrem, nos o comemos). Mas o meu problema com as flores não é só porque elas morrem, é que eu acho romantismo exagerado pura hipocrisia, buquês são muito visíveis, todo mundo acaba sabendo que você o recebeu, isso acaba fazendo (mesmo sem querer) com que o cara prove mais aos outros do que a você que te ama (isso não é legal). Cestas com chocolates e bichinhos de pelúcia são considerados menos romanticos que as flores, mas são provas maiores que o seu namorado sabe do que você gosta, aliás não tem coisa melhor que ganhar de presente aquilo que você gosta (eu preferiria ganhar um CD do Green Day do que um buquê de rosas). Mas quer ver romantismo sincero, é dar uma flor só, sem enfeites, sem cartão, é aquela coisa do simples mas de coração, isso sim é fofo, no final das contas o presente acaba sendo estar junto daquela pessoa que você ama e isso você pode guardar na sua memória e no seu PC se você tirar fotos.
Minha mensagem final é: curtam o dia dos namorados apesar do presente



E mandem sua opinião via comentário.

Um comentário:

Luh Andrade disse...

ai Kell, amei o template! Ah, jah eu sou louca pra receber flores, mas ninguem nunk me mandou!
bjaoo