sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Medo de quê?

Não sei se tenho passado por um período de falta de inspiração ou de inspiração demais, não consigo pensar no que escrever e ao mesmo tempo penso em tanta coisa que eu descarto a possibilidade de ao menos tentar organizar de alguma forma que transforme isso num texto.
Esses dias, organizando meu facebook voltei à divagações passadas, a diferença é que, dessa vez, me veio tudo organizado, o que me obriga a escrever logo tudo antes que a "inspiração" se vá.
Estava lendo uma nota de uma daquelas brincadeiras em que se responde questões sobre você usando nomes de músicas de uma banda a sua escolha. Fui respondendo com músicas de Engenheiros do Hawaii, até que me deparo com "Seu medo:" então parei pra pensar, deveria agora descobrir qual era o meu medo e descobrir que música dos Engenheiros responderia à altura. Então, à tal intrigante questão dei a intrigante resposta: "Revelação".
Fui questionada sobre o porquê de ter medo de uma revelação e devido à minha dificuldade momentânea de transformar meus pensamentos em textos, deixei a pergunta em aberto. Mas agora sei responder bem.
A verdade é que existe uma parte de mim muito bem escondidade por trás de grosserias e uma aparente frieza e desse meu jeito de que "não me importo com nada". A verdade é que por trás da grosseria e da frieza está minha enorme fragilidade. A verdade é que sou uma sonhadora. A verdade é que me importo sim, com muita coisa, mas finjo, finjo que não me importo porque não quero que saibam o que me afeta, prefiro deixar meus pontos fracos bem escondidos, onde nem eu ache.
É por isso que tenho medo de revelação, e é por isso que sou uma pessoa de poucas palávras, pois não sei falar sem que meu discurso seja sincero. Falo pouco pra não me expor, falo pouco por medo da revelação de mim mesma.

5 comentários:

#JL disse...

leegal!

http://sem-nozes.blogspot.com/2011/09/zenas-esquete-com-bruno-mazzeo.html

Zé dos Filme disse...

interessante... (:

neetho brasil disse...

Que fodaaaaaaaaaaaaa ;x
Adorei seu blog e tudo mais, sério, muito legal. Com certaize voltarei aqui.

Espero você no meu heinnnn *-*
http://amigoperigo.blogspot.com/

beiju

Sheila Lima disse...

Estava navegando pela net e tive a felicidade de encontrar o seu blog!!!

Convido você a dar uma passadinha no meu: http://docesonhodemenina.blogspot.com/

Ah, como amei seu blog, tenho um selinho para você: http://1.bp.blogspot.com/-68Bb05pFul4/Te1BfsqvBeI/AAAAAAAAATM/JPCRr0Mj7R0/s1600/dsm-selinho.jpg

Mil Sweetkisses!!!

Fernanda disse...

Querida Raquel, esse mesmo título poderia servir de resposta a todos nós. Quem não tem medo de subitamente se descobrir inteiro? Passamos a vida encenando o que gostaríamos de ser ou escondendo o que somos, ou ambos. Encontre quem não faz isso e terá achado um túmulo. :-) Beijíssimos e sucesso! Adorei o post!