sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Geração Tumblr

Não, eu não vou falar sobre o Tumblr, explicar o que é nem nada disso, por favor, ele existe desde 2007, é tempo suficiente pra saber o que é... E se não sabe, vai na Wikipédia que lá tá tudo explicadinho.
Tá, e você vai falar de quê então?
Evidentemente, dos usuários de tumblr. (pronto, agora você acha que tumblr é uma droga rs)
Como usuária do Tumblr tenho de admitir que as observações que eu faço sobre os outros usuários do site não são das melhores. Talvez por ser fora de faixa (he, não tem muitas pessoas de 20 anos usando Tumblr) eu veja as coisas um pouco de fora e talvez por isso eu ache tão estranho esse mundinho e essa mentalidade dos adolescentes de hoje em dia. Eu vivi na geração emo, e fazendo uma comparação livre posso concluir que, cara, nem os emos eram tão depressivos quanto essa galerinha do tumblr, e digo mais, os pobres emos não reclamavam da vida metade do que essa nova geração reclama.
Antes de falar realmente o que eu penso sobre os usuários do Tumblr, vou logo me desculpando dos usuários que não se enquadram nas descrições que vou fazer a seguir. Definitivamente eu NÃO estou me referindo a todos os usuários (até porque sou uma), só a um grupo que eu acredito que seja consideravelmente grande pra ser levado em consideração.


Mas bem, o que eu posso dizer sobre essas pessoinhas? Que elas reclamam. De tudo e de todos. Mas não curtem receber reclamações, de jeito nenhum. Falam mal e odeiam muita coisa, de modo que não respeitam os outros nem o que os outros gostam, mas ouse dizer que o ídolo deles (Justin Bieber) canta mal, que você será amaldiçoado até sua décima geração. Juram que vão curar sua carência passando horas trancados num quarto na frente de um computador postando fotos de automutilação e frases melancólicas. São pessoas que se diminuem abertamente, e o porquê disso eu sinceramente não sei. 
Eu poderia passar horas postando coisas que me irritam, mas acho mais importante falar do que me preocupa. Esses adolescentes preferem usar um site pra desabafar do que conversar com uma pessoa... eles criam para si, dentro do tumblr, um mundo mágico onde todos são unicórnios, ou seja, usam o tumblr pra fazer a pior coisa quando se está deprimido: fugir da realidade, o que piora significativamente as coisas, porque quando encaram a realidade vêem que tá tudo uma merda ("meus pais não me aceitam como sou" "meu amor não é correspondido", pra um adulto é triste, pra um adolescente é o fim do mundo), o resultado são as malditas fotos de automutilação das quais falei. As pessoas acham mesmo normal se cortar com uma lâmina, fotografar e pôr numa rede social? Eu acho bem doentio, fico procurando um sentido, mas não acho, só consigo achar que algo está muito errado.

6 comentários:

Luan dos Santos disse...

Essa é a famosa geração Z que tantos falam...

Por isso cada vez mais eu procuro motivos pra viver (de vdd) e deixo a internet, dá raiva e tristezas ver essses jovem se lamentando até de um fio de cabelo que cai ou da ponta de lapis que quebrou!
________________
Votei na camisa, ta linda! Vou te chamar pra fazer a do meu blog, topa?

http://entretidoo.com/

Bjos e abrçs!

Desejos de Sábado disse...

Oi, Raquel!
Concordo com os pontos que você citou. Tenho 15 anos, faixa etária que domina boa parte do Tumblr. Também tenho um, mas não sou viciado como meus amigos e não vejo motivos para ficar se diminuindo para que todos vejam. Sei que é bom encontrar pessoas que pensem como você, mas essa geração Tumblr transforma tudo em tempestade em copo d'água. Vão chegar aos 20 anos de idade sem saber lidar com o mundo real, já que eles tanto fogem dele.

Beijos,
Gabriel
http://desejosdesabado.blogspot.com.br/

Léo disse...

Tenho 18, não tenho Tumblr (nem sei como se pronuncia), nunca tive essa paradinha aí mas da geração que nele habita posso falar um pouquinho. São geralmente filhos únicos que são superprotegidos pelos pais, os mesmos que se sentem mais seguros ao verem os filhos trancados o dia inteiro na frente de um computador do que na rua ou em outras atividades. Não justificando o comportamento dos jovens pelo dos pais mas que há uma relação há. Não sei se o termo geração é usado certo pois me vejo usuário assiduo da internet e suas tecnologias mas minhas principais influencias culturais são das décadas de 60, 70, 80, 90, 2000 e atual (ops!). Acho que rotulá-los com um nome não irá ajudar mas mostrar que algo está acontecendo, como vc fez, poderá ser um caminho.

AH e obg pela visita ao meu blog. E sobre meu post:
"É bem interessante sim Raquel, é curioso ver de perto, mas se a visita fosse bem organizada aproveitariamos muito mais. Minha amiga Amanda, que também estava na viagem, riu quando leu no post a palavra guia pois ela simplesmente achou que ele não guiou nada ali dentro."
Abç e "vida longa e próspera".

palavras ao vento disse...

cada um segue a sua....

Layla Silva disse...

Eu tinha um tumblr (na verdade ainda tenho), mas parei de usar por causa dessas pessoas depressivas e que se mutilam e postam fotos (como se isso, de alguma forma, fosse fazer com que elas melhorassem!) Acho que viver num mundo cheio de unicórnios e belibers (não sei se é assim que se chama) só piora a situação.
Galera, vão ler livros, ver filmes, sair... Esses usuários do Tumblr me irritam... rs'
Bom post, até mais!
http://daquioitentaanos.blogspot.com.br/
Novo grupo para divulgar teu blog: http://www.facebook.com/groups/amigosblogger/

Shirley Mclaynne disse...

Eu nunca entendi direito o Tumblr !! HAHAHAHAH

- http://mclaynnebeauty.blogspot.com.br/

Beijos ;*