terça-feira, 20 de março de 2012

EngHaw

Não me lembro desde quando eu digo por ai que Engenheiros do Hawaii é minha banda favorita e tenho tentado fazer com que outros ouçam e entendam minha paixão, mas dias atrás decidi escrever um texto contando minha história com a banda e o resultado foi um texto enorme sobre como eu nunca acompanhei a minha banda favorita.
Eu admiro muitíssimo quem era fã na época em que não existia internet, por que sem ela eu não saberia nada sobre banda nenhuma, imagina ser fã... a falta de acesso é minha primeira desculpa. Conheci Engenheiros quando eu tinha 8 anos, meus irmãos mais velhos eram adolescentes que ouviam rock'n'roll e o 10.000 destinos era o disco da vez, e foi através dos meus irmãos e do 10.000 destinos que conheci a banda. Agora imaginem: você tem 8 anos, não sonha nem em ter computador, quanto mais internet, vive numa cidade de interior sem nenhuma loja de discos decente quem dirá show. Nem meus irmãos que já eram mais velhos tinham muita informação, imagina eu, pra piorar nem MTV pegava na casa em que a gente morava. O resultado? Durante anos o 10.000 destinos era minha única referência de Engenheiros do Hawaii.


Em 2002 mudei de casa e conheci a maravilha que era a MTV, devo muito do meu gosto musical a ela, mas, bem o máximo de Engenheiros que eu via era um clip ou outro que de certa forma me fizeram sacar mais a banda, mas de uma forma sem sal. 2004 foi o ano, lançamento do Acústico MTV, pela primeira vez a tv me permitia acompanhar a banda mesmo que de longe, mas até 2005 foram sucessivas exibições do acústico, fora o programa Fanático MTV contando a história e tocando mais músicas, aquilo foi lindo, acho que foi naquele momento que eu me apaixonei. Lembro de assistir o DVD e ouvir o CD do meu irmão de forma incansável. O Acústico levantou ânimos, lembro de surgirem por aqui DVDs do 10.000 destinos e do Filmes de Guerra Canções de Amor, lembro também da internet dá sua primeira ajuda na minha trajetória como fã. Em casa ainda demorei pra ter acesso, mas pra tudo dá-se um jeito, pra meus irmãos era mais "fácil" e nessa época estávamos todos encantados com a maravilha que os downloads de MP3 nos proporcionava... e foi assim que eu conheci a discografia do Engenheiros. Nesse momento eu já tinha ideia das mudanças dos integrantes da banda e imaginava que isso significasse que a sonoridade também tivesse passado por mudanças ao longo dos anos, então tratei de mergulhar naquela discografia e sacar, álbum a álbum, música a música, cada fase passada pela banda, nessa altura já entendia mais de Engenheiros que meus irmãos e os amigos deles.
Mas esse mergulho me pôs novamente no escuro, mesmo depois que eu já tinha acesso à internet, eu me contentava tanto com o que eu tinha de Engenheiros que procurava qualquer outra banda, menos eles, tava tão feliz com o passado que esqueci que a banda tinha um presente, o resultado foi não acompanhar seu último trabalho e só descobrir da sua existência 3 anos depois. Em 2010 nasceu o @EngHawaiiFrases, nasceu na minha necessidade de tweetar Engenheiros do Hawaii em excesso, à partir daí tive contanto com outro fãs e decidi ler sobre a banda já que estava responsável por um perfil de rede social sobre a mesma. Foi tudo de uma vez, descobri o Novos Horizontes, a pausa e o Pouca Vogal (que na mesma época tocou aqui em PE e eu perdi =/). Agora acompanho o que posso,  aguardo ansiosa pela volta e prometo solenemente ser finalmente uma fã dedicada.

5 comentários:

Wendell Ribeiro disse...

legal

Preguiça alheia disse...

Parabens pelo blog.. show de bola!

O PREGUIÇA ALHEIA é um blog de HUMOR!

Entre no meu depois.. e se gostar clique em curti e deixe um comentario!

Abraço,
PREGUIÇA ALHEIA.
_________________________
http://www.preguicaalheia.com

Rejane Ferreira disse...

Bacana o post e o blog tb! Parabéns!

Um abraço. =)

http://rejane-ferreira.blogspot.com.br/

Abraão Braga disse...

Engenheiros do Hawai é uma das bandas aqui do Brasil que '' Presta '' porque o resto.. rsrsr

se quiser retribuir..




www.Tec-Gamesbr.blogspot.com

Guilherme Augusto disse...

Também sou fã declarado do Engenheiros... a composições são surreais... :) Mas não vejo um novo álbum deles com estes projetos solos do Humberto indo bem...